Período Fértil Anticoncepcional 21 Dias: há risco de engravidar?

0

Uma dúvida muito frequente é o período fértil anticoncepcional de 21 dias e se há o risco de engravidar. Mas saiba que isso é muito, mas muito raro mesmo.

As pílulas anticoncepcionais são constituídas de hormônios. Os quais impedem a ovulação, portanto, não há período fértil.

Mas se você usa anticoncepcional 21 dias, talvez ainda faça muitas perguntas e quer se cercar de toda segurança.

Por isso, conversamos com um médico ginecologista e reunimos aqui as dúvidas mais frequentes sobre anticoncepcional 21 dias.

O que é anticoncepcional 21 dias?

Antes de entender como é o período fértil anticoncepcional 21 dias, é importante saber o que é anticoncepcional 21 dias.

Basicamente, é o período durante o qual a mulher toma o contraceptivo, que é de 21 dias.

Geralmente, as mulheres tomam a pílula por 21 dias seguidos e fazem uma pausa de 7 dias.

Após essa pausa, a menstruação costuma descer e mesmo que a mulher ainda esteja menstruada, ela deve começar a tomar novamente no oitavo dia.

Período fértil anticoncepcional 21 dias: como funciona?

Se você está se perguntando sobre período fértil anticoncepcional 21 dias, saiba que não existe período fértil. Do mesmo jeito que acontece com o anticoncepcional 24 ou 28 dias.

É claro que desde que você use corretamente o anticoncepcional, sempre no mesmo horário e sem esquecimento.

Agora, no caso de esquecer de tomar algum comprimido e principalmente na primeira semana, há sim um risco de ovular.

Por outro lado, como a função do anticoncepcional é inibir a ovulação, ou seja, como não há óvulo, não pode ser fecundado.

Anticoncepcional 21 dias: é possível engravidar?

Como não existe período fértil anticoncepcional 21 dias, é muito raro ocorrer uma gravidez. Porém, existem alguns riscos nos seguintes casos:

  • Esquecer de tomar a pílula. Especialmente na primeira semana;
  • Ter vômitos ou diarreia por vários dias e preferencialmente após 2 horas de ter tomado o contraceptivo;
  • Tomar algum remédio que corte a eficácia da pílula. Como medicamentos contra convulsão, antibióticos e imunossupressores.

Na verdade, a eficácia dos anticoncepcionais é muito alta. Mas existe sim o risco de falha, em torno apenas de 0,1%.

Então, se você faz uso de contraceptivos orais e não quer correr o risco de engravidar, basta tomar a pílula corretamente e de preferência no mesmo horário!

Leia também: Reposição hormonal feminina: tratamentos que você precisa conhecer

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.