Corrimento esverdeado com odor: o que pode ser?

0

Você está com corrimento esverdeado com odor e está preocupada sem saber o que pode ser?

Antes de mais nada, saiba que nem todo corrimento é sinal de doença, mas é necessário sempre consultar um médico, pois pode ser algo mais sério, ainda mais se vier acompanhado de mau cheiro.

Portanto, é importante fazer o diagnóstico correto, identificar a causa e tratar, e quanto mais cedo, melhor!

Às vezes, quando um corrimento não é tratado adequadamente, pode acabar levando a complicações, como uma infecção ou inflamação.

Então, para tirar suas dúvidas sobre corrimento esverdeado com mau cheiro, vamos mostrar aqui o que pode ser, os sintomas e como tratar!

Corrimento esverdeado com odor: o que pode ser?

Um corrimento com uma coloração esverdeada e cheirando mal pode ser:

1.Tricomoníase

É uma infecção causada por um protozoário, o Trichomonas vaginalis, e é uma doença sexualmente transmissível, ou seja, o parasita passa  de uma pessoa infectada para outra durante a relação sexual.

Após a contaminação, os sintomas podem demorar de 5 a 28 dias para aparecer, e os principais são:

Corrimento verde;

Coceira vaginal;

Mau cheiro;

Dor durante o ato sexual;

Ardência ao urinar.

2.Vaginose bacteriana

Embora o sintoma mais frequente da vaginose bacteriana seja o corrimento branco, existem casos onde pode surgir um corrimento esverdeado com odor.

Portanto, é uma infecção causada pela bactéria Gardnerella vaginalis, e além do corrimento e odor desagradável, pode vir acompanhado de bolhas na vagina.

3.Vulvovaginite

A vulvovaginite é decorrente de uma inflamação da vagina e vulva, podendo ser causada por bactérias, fungos ou vírus.

Além do corrimento verde e cheiro ruim, pode apresentar os seguintes sintomas:

Vermelhidão;

Coceira;

Ardência ao urinar;

Irritação.

Enfim, essas são as principais causas e sintomas de um corrimento mais esverdeado, e todos eles exigem uma consulta com um médico ginecologista para o devido tratamento.

Corrimento esverdeado com odor: como tratar?

O tratamento para corrimento esverdeado com odor vai depender da causa do corrimento, e apenas o ginecologista é capaz de diagnosticar e indicar o tratamento mais adequado.

Geralmente, ele pode prescrever antibióticos, antifúngicos ou anti-histamínicos, assim como cremes vaginais.

Em alguns casos, é importante que o parceiro também realize o tratamento, pois muitas vezes pode não apresentar nenhum sintoma.

Além de seguir as recomendações do médico, alguns tratamentos caseiros podem ajudar:

Evitar usar roupas íntimas apertadas;

Fazer banhos de assento;

Lavar a região íntima de 2 a 3 vezes por dia;

Usar preservativos.

Portanto, agora que você já sabe os principais sintomas de corrimento esverdeado com odor, se perceber algum deles, marque logo uma consulta com seu ginecologista.

Assim, vai ser possível identificar a causa e assim, indicar o tratamento para cada caso, inclusive, dependendo da causa, o parceiro sexual também terá que tratar!

Leia também: Remédio para Corrimento Fedido: saiba as causas e tratamento

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.